26 de junho de 2010

Nunca fui de seguir teorias

Quando meu pai dizia as coisas, eu perguntava: " Por quê?" Mas no fim eu já sabia que tudo custava o acaso.

(na prática tudo pode ser diferente)
Mas sempre me bateu na cabeça uma coisa: "Olhe nos olhos dela e diga que são lindos."
Eu nunca iria te dizer isso, pois sempre achei que fosse batido demais, e ouviria de você:
"você diz isso à todas."

À, então achei melhor falar a verdade:
" Depois que balancei no passatempo de seu sorriso, seus olhos passaram a me visitar em todos lugares."

Hoje cedo não tomei café da manhã. Porque estava pensando em você. Não almocei. porque não estava com você. Hoje a tarde não fui trabalhar. porque estava pensando em você. Hoje a noite não dormi. Porque estava com fome, mas resolvi escrever pra você.

Um comentário:

Gabriela disse...

Adoooorei Creito....está de parabéns! :)